Política

ACM Neto cobra CPI para investigar preço 'extorsivo' de passagens aéreas

"Estamos sendo vítimas de uma política irresponsável no Brasil e o Congresso está sendo passivo", declarou prefeito

[ACM Neto cobra CPI para investigar preço 'extorsivo' de passagens aéreas]
Foto :Tácio Moreira/Metropress

Por Juliana Almirante no dia 18 de Junho de 2019 ⋅ 08:51

O prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto, defendeu ontem (17) a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar os preços altos cobrados nas passagens aéreas.

A declaração foi durante a coletiva de imprensa para anúncio do investimento de R$ 800 mil em promoção turística e captação de eventos para a capital baiana.

Neto fez críticas a uma suposta "extorsão" praticada pelas três companhias aéreas que estão em atividade no país, depois da recuperação judicial da Avianca: Gol, Latam e Azul.

 "Se eu fosse deputado, estava pedindo CPI do setor aéreo. É uma vergonha sermos reféns de três companhias, que cobram o preço que querem. O que está havendo no setor aéreo hoje é uma extorsão", declarou o prefeito, segundo o Correio.

Neto disse que já tratou do assunto com parlamentares, antes da declaração à imprensa. "Estamos sendo vítimas de uma política irresponsável no Brasil e o Congresso está sendo passivo. Já cobrei isso dos deputados e agora estou fazendo publicamente", disse.

Hoje o DEM tem uma bancada de 29 deputados na Câmara Federal, além da presidência da Casa e do Senado. 

Notícias relacionadas