Política

Comissão na Câmara aprova medidas para incrementar a inserção do idoso na vida cultural

Segundo a deputada Benedita da Silva, apopulação idosa, com idade acima de 60 anos, deve dobrar no Brasil até o ano de 2042

[Comissão na Câmara aprova medidas para incrementar a inserção do idoso na vida cultural]
Foto : Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

Por Adelia Felix no dia 19 de Junho de 2019 ⋅ 20:34

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 175/19, que fixa medidas para favorecer a inserção e a participação cultural dos idosos. As informações são da Agência Câmara Notícias. Agora, a proposta será analisada em caráter conclusivo pelas comissões; de Educação; de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Segundo a publicação, o texto insere dispositivos no Estatuto do Idoso (Lei 10.741/03) e prevê também o treinamento e a capacitação de profissionais de saúde que venham a atuar junto a esse público nessas atividades.

Apresentada pelo deputado Igor Timo (Pode-MG), a proposta estabelece que serão oferecidos aos idosos programas especiais de alfabetização e de atualização do letramento para facultar-lhes amplo acesso a ações culturais e educacionais. Segundo o texto, os programas da Universidade Aberta à Terceira Idade incluirão conteúdos e atividades culturais visando à ampliação da participação cultural dos idosos.

O projeto estabelece ainda que o poder público apoiará a realização de iniciativas e prêmios de caráter nacional visando promover a inclusão cultural da pessoa idosa.

Ainda de acordo com a agência, o parecer da relatora, deputada Benedita da Silva (PT-RJ), foi favorável à proposta. Ela destaca que a população idosa, com idade acima de 60 anos, deve dobrar no Brasil até o ano de 2042, conforme projeções do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Notícias relacionadas