Política

Juiz absolve Temer em processo ligado a gravação de Joesley Batista

No entendimento do magistrado, o MPF editou trechos do áudio

[Juiz absolve Temer em processo ligado a gravação de Joesley Batista]
Foto : Antonio Cruz/ Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 17 de Outubro de 2019 ⋅ 10:40

O juiz Marcus Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara da Justiça Federal em Brasília, absolveu, ontem (16), o ex-presidente Michel Temer (MDB), em ação na qual era acusado de tentar obstruir investigações do Ministério Público Federal (MPF). A informação é da Folha.

Em sua decisão, o magistrado sustenta que o MPF editou trechos de um áudio apresentado como prova e que o conteúdo não configura ilícito penal “nem em tese”.

Em 2017, Temer foi denunciado pelo ex-procurador geral da República Rodrigo Janot com base em uma gravação na qual supostamente incitava o empresário Joesley Batista, da JBS, a manter pagamentos ao doleiro Lúcio Funaro e, com isso, evitar que ele fizesse um acordo de delação premiada. O áudio foi gravado pelo próprio Joesley, que viria a firmar colaboração, na garagem do Palácio do Jaburu, em março daquele mesmo ano.

A sentença de ontem só trata da acusação de obstrução de Justiça contra Temer, já que houve o desmembramento do processo, que inicialmente o acusava de tentar comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e de integrar uma organização criminosa que desviava recursos públicos.

Notícias relacionadas