Terça-feira, 07 de dezembro de 2021

Política

Rui culpa governo Bolsonaro por usar 'critérios políticos ideológicos' na falta de reação a óleo

Para o governador, a resposta da gestão federal foi "muito tardia" e se limita a "tirar óleo na praia".

Rui culpa governo Bolsonaro por usar 'critérios políticos ideológicos' na falta de reação a óleo

Foto: Camila Peres/ GOVBA

Por: Juliana Almirante no dia 24 de outubro de 2019 às 07:02

O governador Rui Costa (PT) culpou o governo Bolsonaro por usar "critérios políticos ideológicos" na falta de reação a contaminação por óleo nas praias do Nordeste brasileiro, em entrevista à Globo News ontem (23).  

"É preciso que o governo federal pare com critérios políticos ideológicos e passe a governar colocando o pacto federativo, respeito a estados e municipios, em primeiro lugar. Porque boa parte dessa não reação tem a ver com o estilo de governar, que fica indiferente a existencia de estados e municipios", declarou Rui. 

Para o governador, a resposta da gestão federal foi "muito tardia" e se limita a "tirar óleo na praia". "Essa parte é mais facil de ser feita. O dificil é no maguezal e nas áreas que tem água", afirmou. 

Rui disse que a reação deveria de ajudar os estados e municípios com mão de obra especializada. "Nem os estados nem os municípios não possuem especialistas em petróleo. Isso cabe ao governo federal, Petrobras e Ibama. Temos em torno de 47 dias desde que manchas apareceream. Era necessário reação imediata naquele momento para identificar e eventualmente buscar conter e retirar esse petróleo em alto mar, evitando que chegasse ao litoral. A reação foi nenhuma", acusou.

Na Bahia, por exemplo, ele cita que, entre nove estuários - locais onde os rios encontram o mar -. sete estão contaminados.

"Nem mesmo assistencia tcnica especializada governadores e prfeitos estao tendo. Se necessario fosse, o estado compraria o barramento para fazer contenção, mas não podemos fazer isso já que não temos orientação técnica, já que estados não sao produtores de petroleo. É preciso que governo federal traga especialsita e assessore estados e muncipios", declarou.

Questionado sobre a possibilidade de se candidatar à presidência, Rui não confirmou nem descartou o interesse de lançar o próprio nome ao Palácio do Planalto. 

"Se eu puder ajudar de qualquer forma. Eu disse em uma entrevista, que posso não ser candidato a nada, mas quero ajudar o brasil a se reencontrar", afirmou.

Rui culpa governo Bolsonaro por usar 'critérios políticos ideológicos' na falta de reação a óleo - Metro 1