Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

'Posso ser um presidente sem partido', diz Bolsonaro em meio à crise no PSL

"Tanto faz eu estar com partido ou sem partido”, disse ele, ao deixar Pequim e partir para Emirados Árabes Unidos

['Posso ser um presidente sem partido', diz Bolsonaro em meio à crise no PSL]
Foto : Isac Nóbrega/PR

Por Juliana Almirante no dia 26 de Outubro de 2019 ⋅ 08:30

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, ao deixar a China na noite de ontem (25) (horário de Brasília), que pode se tornar “um presidente sem partido” se a crise no PSL não se resolver.

“Eu posso ser um presidente sem partido. Tanto faz eu estar com partido ou sem partido”, disse ele, de acordo com a Folha.

A legislação determina que políticos podem ficar sem partido depois de eleitos. No caso dos deputados, especificamente, se houver troca de legenda, eles podem perder o mandato.

A declaração de Bolsonaro agrada o eleitorado mais fiel ao presidente, que é crítico à atuação dos partidos políticos em geral.

O PSL está dividido entre uma ala ligada à família do presidente e outra próxima ao deputado Luciano Bivar (PE), presidente nacional da sigla. 

Depois de uma visita oficial de dois dias, Bolsonaro deixou Pequim a caminho de Abu Dhabi nos Emirados Árabes Unidos, a terceira parada da viagem.

Notícias relacionadas