Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

CCJ do Senado aprova proposta que torna crimes de estupro e feminicídio imprescritíveis

Proposta da senadora Rose de Freitas (Podemos-ES) ainda precisa ser votada no plenário da Casa e apreciada pela Câmara em caso de aprovação

[CCJ do Senado aprova proposta que torna crimes de estupro e feminicídio imprescritíveis]
Foto : Pedro França/Agência Senado

Por Juliana Rodrigues no dia 31 de Outubro de 2019 ⋅ 09:00

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou, ontem (30), uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que torna os crimes de estupro e de feminicídio imprescritíveis. O texto ainda precisa ser votado no plenário da Casa. Caso seja aprovado, será remetido para análise da Câmara.

Liderada pela senadora Rose de Freitas (Podemos-ES), que recolheu assinaturas para apresentá-la, a proposta altera o trecho do artigo 5º da Constituição, que hoje considera o crime de racismo imprescritível, ou seja, pode ser punido a qualquer tempo, para incluir estupro e feminicídio. Como justificativa, a senadora cita um estudo da Organização Mundial de Saúde que "situou o Brasil num desonroso quinto lugar na taxa de feminicídios entre 84 nações pesquisadas".

Notícias relacionadas