Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Jornalistas são alvo de Bolsonaro ao menos 2 vezes por semana, diz federação

Levantamento é da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) revela 99 declarações vistas como ataques a jornalistas e descredibilização da imprensa

[Jornalistas são alvo de Bolsonaro ao menos 2 vezes por semana, diz federação]
Foto : José Dias/PR

Por Juliana Almirante no dia 01 de Novembro de 2019 ⋅ 11:00

Levantamento da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) aponta que o presidente Jair Bolsonaro ataca profissionais jornalistas e o jornalismo por meio de discursos, entrevistas e postagens em mídias sociais, ao menos duas vezes por semana.

Até ontem (31), foram 99 declarações vistas como: ataques a jornalistas (11 ocorrências) e descredibilização da imprensa (88 ocorrências).

O balanço foi divulgado na véspera do Dia Internacional pelo Fim da Impunidade dos Crimes contra Jornalistas, lembrado amanhã (2).

O mapeamento é relativo a dados coletados desde 1º de janeiro, com base em todas as postagens de Bolsonaro no Twitter e no Facebook neste ano, além das transcrições dos discursos e entrevistas oficiais, que constam no site do Palácio do Planalto. A intenção da FENAJ é de, a partir de agora, divulgar o balanço mês a mês.

“A FENAJ e todas as instituições que prezam pela democracia não podem aceitar a institucionalização da violência contra jornalistas e das ameaças à liberdade de imprensa como prática de um governo”, disse, em nota, a presidenta da FENAJ, Maria José Braga. Veja aqui a linha do tempo dos ataques.

Notícias relacionadas