Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Bolsonaro diz desconhecer 'laranjal' do PSL e cita período no hospital

Reportagem publicada hoje pela Folha aponta que, em depoimento à PF, uma dirigente do PSL Mulher afirmou que houve irregularidades na campanha de 2018

[Bolsonaro diz desconhecer 'laranjal' do PSL e cita período no hospital]
Foto : Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 02 de Novembro de 2019 ⋅ 15:40

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse não ter conhecimento de irregularidades em candidaturas femininas em seu partido durante as eleições de 2018. 

“Durante a campanha toda eu estava no hospital ou em casa, em convalescença. Desconheço esse assunto ai”, afirmou Bolsonaro, na saída do Palácio da Alvorada, hoje (2) pela manhã.

Uma reportagem da Folha de S. Paulo mostrou que, em depoimento à Polícia Federal, uma dirigente do PSL em Pernambuco nas últimas eleições afirmou que o partido cometeu irregularidades durante a campanha de 2018 e que, em seu estado, mulheres da legenda só foram chamadas à disputa para cumprir a cota mínima obrigatória de 30% de candidatas. O depoimento à PF foi de Bete Oliveira, presidente do PSL Mulher de Pernambuco em 2018. No estado, a legenda é comandada politicamente pelo deputado federal Luciano Bivar, presidente nacional da sigla e hoje em atrito com Bolsonaro.

Segundo a Folha, questionado sobre seu futuro partidário, após criticar publicamente Bivar e o PSL, o presidente não respondeu. Quando perguntado se um partido militar seria uma possibilidade, limitou-se a responder que é “aquela menina bonita sem namorado”. “O pessoal está.... eu fico muito feliz em ter vários convites”, disse.

Notícias relacionadas