Política

Vídeo mostra confusão entre apoiadores de Maduro e Guaidó na embaixada da Venezuela

Deputado teria se envolvido em confusão na porta da sede diplomática, em Brasília

[Vídeo mostra confusão entre apoiadores de Maduro e Guaidó na embaixada da Venezuela ]
Foto : Reprodução/Google Maps/Francisco Edson da Silva Lima

Por Juliana Almirante no dia 13 de Novembro de 2019 ⋅ 11:45

Uma confusão entre apoiadores a Nicolás Maduro e de Juan Guaidó foi registrada na manhã de hoje (13) na Embaixada da Venezuela em Brasília (DF).  Apoiadores de Guaidó haviam entrado no local mais cedo.

O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) esteve no local. De acordo com informações do repórter André Spigariol, do Vortex Media, o petista teria ajudado o encarregado de negócios de Maduro, Freddy Meregote, a expulsar Alberto Palombo, um dos líderes do movimento pró-Guaidó que ocupou a sede diplomática.

O deputado chegou a se envolver em luta corporal com os apoiadores de Guaidó e policiais militares tentaram conter a entrada do grupo pró-Maduro, inclusive com spray de pimenta, mas falhou.

Depois do ocorrido, segundo o repórter, Pimenta classificou a confusão como “empurra-empurra” a confusão na porta da embaixada e disse que os ligados a Guaidó são “lutadores profissionais” fardados e “milicianos”.

O petista ainda afirmou, em publicação no Twitter, que um funcionário do Itamaraty estaria assediando diplomatas venezuelanos para deixarem o local.

A Polícia Militar do Distrito Federal afirmou que não houve invasão forçada da embaixada e que alguém teria aberto o portão para a entrada do grupo ligado a Guaidó. 
 
O Itamaraty ainda não tem posição sobre o ocorrido. 

Notícias relacionadas

[Bolsonaro quer iniciar 2020 com reforma ministerial]
Política

Bolsonaro quer iniciar 2020 com reforma ministerial

Por Juliana Rodrigues no dia 14 de Dezembro de 2019 ⋅ 14:28 em Política

Titulares das pastas da Educação, Casa Civil e Minas e Energia devem ser substituídos, segundo interlocutores do governo