Política

Justiça ordena que assessoras de Marcell Moraes removam publicações que acusam ex-assessor de agressão

À Rádio Metrópole, Lucas Matos disse que não agrediu a mulher, com quem o parlamentar, segundo ele, possui 'uma relação de amor e ódio'

[Justiça ordena que assessoras de Marcell Moraes removam publicações que acusam ex-assessor de agressão]
Foto : Matheus Simoni / Metropress

Por Metro1 no dia 19 de Novembro de 2019 ⋅ 18:18

A Justiça Baiana determinou por meio de medida liminar (decisão provisória) que três assessoras do deputado estadual pelo PSDB baiano, Marcell Moraes, retirem de todas as suas redes sociais publicações nas quais acusa o primo do parlamentar e ex-assessor, Lucas Carvalho de Matos, de agredir a suposta amante do tucano, Vanessa Pontes. Caso a decisão não seja cumprida, Larissa Almeida, Natyla Machado e Carolina Moraes serão penalizadas com multa diária no valor de R$ 200.

Ao Metro1, Wanessa afirmou que foi violada a proteção da imagem do cliente dela. “Na ação, ainda solicitamos retratação pública em rede social e indenização pelo dano moral sofrido”, disse.

Em entrevista à Rádio Metrópole, o ex-assessor parlamentar revelou detalhes da agressão sofrida quando estava no apartamento do primo. “Quando eu cheguei, ele retirou ela do quarto puxando pelo cabelo. Era notório que o cabelo estava todo picotado. Todo cortado. Tinha muito cabelo no chão da sala. Não pude reparar no rosto dela, pois estava de lateral para mim. Ele perguntou para ela ‘você ficou com ele?’ e ela respondeu ‘ficou, ficou, ficou’. Ele disse você vai morrer agora”, detalhou durante o Jornal da Cidade, no dia 25 de outubro.

Na oportunidade, Lucas reforçou que não agrediu Vanessa, com quem Marcell, segundo ele, possui “uma relação de amor e ódio”. “Essa acusação dela não existe. Inclusive, falei na delegacia hoje. Prestei depoimento. Coloquei meu telefone na delegacia para quebra de sigilo. Se ela sofreu maus tratos, pela minha pessoa é que não foi. Se foi ele [Marcell] eu não tenho como afirmar”.

Também em entrevista, Marcell chamou o primo de ‘vagabundo’ e disse que agressões serão comprovadas. "Tenho algumas coisas na mão já. Passe álcool na cadeira e cuidado com a carteira, que esse ai é ladrão”. 

 

Notícias relacionadas

[Podemos decide expulsar Marco Feliciano]
Política

Podemos decide expulsar Marco Feliciano

Por Juliana Rodrigues no dia 10 de Dezembro de 2019 ⋅ 10:00 em Política

Em nota, deputado se disse orgulhoso de ter sido expulso da legenda por apoiar Bolsonaro