Política

Oposição representa contra deputados do PSL por quebra de decoro e racismo

Grupo pede à PGR que os parlamentares Daniel Silveira (RJ) e Coronel Tadeu (SP) sejam investigados; deputado paulista quebrou cartaz sobre genocídio negro

[Oposição representa contra deputados do PSL por quebra de decoro e racismo]
Foto : Reprodução / Twitter

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Novembro de 2019 ⋅ 12:20

Quatorze parlamentares da oposição entraram, hoje (20), com representação junto ao procurador-geral da República, Augusto Aras, solicitando a abertura de inquérito civil e criminal contra os deputados federais Daniel Silveira (PSL-RJ) e Coronel Tadeu (PSL-SP). A informação é do Estadão.

Ontem (19), Coronel Tadeu arrancou e quebrou um cartaz com críticas ao genocídio negro e à Polícia Militar, que fazia parte de uma exposição instalada no Congresso Nacional. O parlamentar gravou o ato e divulgou o vídeo em suas redes sociais, acompanhado de uma mensagem na qual afirma que "policiais não são assassinos". "Policiais são guardiões da sociedade, sinto orgulho de ter 600 mil profissionais trabalhando pela segurança de 240 milhões de brasileiros", escreveu.

Na representação enviada a Aras, os deputados de oposição afirmam que a 'a atitude não condiz com a postura esperada de qualquer cidadão, muito menos um parlamentar eleito'.

Já no caso de Daniel Silveira, os deputados destacam fala do parlamentar no plenário da Câmara. Ele afirmou que a 'maior população carcerária é formada por negros no Brasil porque mais negros cometem crimes'. "Agora, não venha atribuir à Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro as mortes, porque um negrozinho bandidinho (sic) tem que ser perdoado", declarou. Os representantes da oposição alegam que a fala tem conotação racista, configurado como crime inafiançável e imprescritível no Código Penal.

Daniel Silveira é o mesmo parlamentar que, em outubro do ano passado, durante a campanha eleitoral,  rasgou uma placa em homenagem à vereadora assassinada Marielle Franco, morta em março de 2018.

A representação é assinada pelos deputados federais Áurea Carolina (PSOL-MG), David Miranda (PSOL-RJ), Talíria Petrone (PSOL-RJ), Benedita da Silva (PT-RJ), Orlando Silva (PCdoB-SP), Bira do Pindaré (PSB-MA), Ivan Valente (PSOL-SP), Fernanda Melchionna (PSOL-RS), Jandira Feghali (PCdoB-RJ), Edmilson Rodrigues (PSOL-PA), Glauber Braga (PSOL-RJ), Luiza Erundina (PSOL-SP), Marcelo Freixo (PSOL-RJ) e Sâmia Bomfim (PSOL-SP).

Notícias relacionadas

[Bruno Reis volta a elogiar Prates e nega conflitos]
Política

Bruno Reis volta a elogiar Prates e nega conflitos

Por João Brandão e Juliana Rodrigues no dia 11 de Dezembro de 2019 ⋅ 15:52 em Política

Vice-prefeito ironizou a possibilidade de Prates passar a integrar a base do governador Rui Costa (PT): "Só rindo, né?"