Política

Bolsonaro diz que, por enquanto, não pretende tirar Weintraub de comando do MEC

O presidente afirmou ainda que ministros têm liberdade expressão, mas não podem criticar governo

[Bolsonaro diz que, por enquanto, não pretende tirar Weintraub de comando do MEC]
Foto : Antonio Cruz/Agência Brasil

Por Lara Curcino no dia 20 de Novembro de 2019 ⋅ 15:00

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (20) que, no momento, não pretende retirar Abraham Weintraub do comando do Ministério da Educação e afirmou que os seus ministros podem se manifestar livremente, só não podem fazer críticas ao governo. 

"Não, por enquanto, não (sobre tirar Weintraub do MEC). Todos os ministros têm liberdade de expressão, só não pode criticar o governo", disse Bolsonaro.

O chefe da pasta foi criticado recentemente por declarações em seu perfil nas redes sociais. Em publicação no último dia 15, no feriado da Proclamação da República, Weintraub elogiou a o regime monárquico. 

“Não estou defendendo que voltemos à Monarquia mas...O que diabos estamos comemorando hoje?”, questionou, em uma sequência de posts. Ele ainda chamou a proclamação de “infâmia” contra o então imperador D. Pedro II e o chamou de um dos melhores gestores e governantes da história do mundo. 

Notícias relacionadas

[Podemos decide expulsar Marco Feliciano]
Política

Podemos decide expulsar Marco Feliciano

Por Juliana Rodrigues no dia 10 de Dezembro de 2019 ⋅ 10:00 em Política

Em nota, deputado se disse orgulhoso de ter sido expulso da legenda por apoiar Bolsonaro