Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Estratégia de Alcolumbre pode adiar votação sobre prisão em 2ª instância

Presidente do Senado defende prioridade a texto que tramita na Câmara, onde a tramitação é mais demorada

[Estratégia de Alcolumbre pode adiar votação sobre prisão em 2ª instância]
Foto : Marcos Brandão/Senado Federal

Por Juliana Rodrigues no dia 22 de Novembro de 2019 ⋅ 10:00

Com o discurso de buscar um entendimento entre senadores e deputados, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), começou a aplicar uma estratégia que pode jogar para o ano que vem a aprovação da proposta que abre caminho para a prisão imediata de condenados em segunda instância. Segundo o jornal O Globo, a ideia é dar prioridade ao texto que tramita na Câmara, onde o rito é mais demorado e a resistência ao tema é maior.

Mesmo com a movimentação de Alcolumbre, a presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Simone Tebet (MDB-MS), diz que a votação do projeto sobre o assunto no colegiado está mantida para a próxima semana. Caso seja aprovado no colegiado, porém, só poderá ser pautado no plenário com a anuência de Alcolumbre.

O presidente do Senado tem se posicionado contra a discussão do tema desde que a polêmica voltou ao Congresso, depois de o Supremo derrubar a possibilidade de prisão em segunda instância.

Notícias relacionadas