Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Brasil quer ser grande exportador na área de defesa, diz ministério

Secretário de produtos do Ministério da Defesa estima que média histórica de exportações pode chegar a US$ 6 bilhões em 2022

[Brasil quer ser grande exportador na área de defesa, diz ministério]
Foto : Halley Pacheco de Oliveira/Wikimedia Commons

Por Catarina Lopes no dia 22 de Novembro de 2019 ⋅ 18:00

O Ministério da Defesa planeja aumentar a exportação de produtos de defesa do Brasil. De acordo com a pasta, a média histórica de exportações, que alcançou US$ 900 milhões nos últimos anos, está próxima de atingir US$ 1,5 bilhões em 2019. A produção brasileira passa de aviões de treinamento a aviões de ataque leve, sistema de controle de tráfego aéreo e sistema de defesa.

Segundo o secretário de produtos de Defesa da pasta, Marcos Degaut Pontes, o valor da média histórica pode chegar a US$ 6 bilhões em 2022, mesmo que a participação do setor no comércio exterior ainda esteja baixa. Degaut afirmou que o Brasil perdeu mercados importantes para o setor desde 1980, e agora o Ministério da Defesa trabalha em planejamento estratégico para aumentar exportações. Segundo ele, casa US$ 1 investido nessa indústria tem retorno de quase US$ 10.

Notícias relacionadas