Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

DEM diz que vai punir responsáveis em caso de maior candidata laranja em 2018

Investigações da PF indicam que Sonia de Fátima recebeu R$ 240 mil e teve apenas seis votos

[DEM diz que vai punir responsáveis em caso de maior candidata laranja em 2018]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Lara Curcino no dia 25 de Novembro de 2019 ⋅ 15:16

A direção nacional do Democratas, presidida pelo prefeito de Salvador, ACM Neto, divulgou hoje (25) uma nota em que afirma que irá “punir exemplarmente os eventuais responsáveis” pelo que investigações da Polícia Federal apontam como a maior candidata laranja das eleições do ano passado. 

De acordo com reportagem publicada pela manhã na Folha de S. Paulo, a PF afirma ter fortes indícios de que verba eleitoral pública do DEM foi desviada utilizando a candidatura da policial militar Sonia de Fátima Silva Alves, no Acre.

Sonia concorreu oficialmente como deputada estadual e recebeu R$ 240 mil do Diretório Nacional do partido. Ela declarou ter contratado amplo aparato de campanha, mas teve apenas seis votos. 

As investigações indicam que o dinheiro foi desviado em benefício da campanha do deputado federal Alan Rick, presidente da sigla no Acre e membro da Executiva Nacional da legenda. A maior parte da receita declarada por Sonia foi repassada em transferência eletrônica autorizada por Romero Azevedo, tesouro nacional, e ACM Neto. 

Notícias relacionadas