Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Governo recorre da suspensão de nomeação de chefe da Fundação Palmares

Recurso foi encaminhado na última sexta-feira (6) ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5)

[Governo recorre da suspensão de nomeação de chefe da Fundação Palmares]
Foto : Reprodução/ Redes Sociais

Por Juliana Almirante no dia 09 de Dezembro de 2019 ⋅ 10:21

A Advocacia-Geral da União (AGU) recorreu da decisão judicial que suspendeu a nomeação de Sérgio Camargo como presidente da Fundação Palmares, de acordo com o blog de Andréia Sadi, do G1.

A AGU afirmou hoje (9) que o recurso foi encaminhado na última sexta-feira (6) ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5).

No último dia 4, a Justiça Federal do Ceará aceitou pedido de ação popular e determinou a suspensão da nomeação de Camargo como presidente da fundação.

O juiz Emanuel José Matias Guerra registrou no despacho algumas declarações de Sérgio Camargo. “Se refere a Angela Davis como ‘comunista e mocreia assustadora’, em que diz nada ter a ver com ‘a África, seus costumes e religião’, que sugere medalha a ‘branco que meter um preto militante na cadeia por crime de racismo’, que diz que ‘é preciso que Mariele morra. Só assim ela deixará de encher o saco’, ou que entende que ‘Se você é africano e acha que o Brasil é racista, a porta da rua é serventia da casa'”.

Notícias relacionadas