Política

'Estou sendo retirada por discordar da gestão de Alvim', diz ex-secretária do audiovisual

Gouvêa aponta que, se tivesse cometido irregularidade, não teria passado pelo crivo da Casa Civil

['Estou sendo retirada por discordar da gestão de Alvim', diz ex-secretária do audiovisual]
Foto : Ministério da Cidadania/Divulgação

Por Catarina Lopes no dia 11 de Dezembro de 2019 ⋅ 18:31

Demitida do cargo após duas semanas, a ex-secretária do audiovisual Katiane Gouvêa diz que foi afastada "simplesmente por não concordar com a gestão do Alvim", se referindo ao secretário Especial de Cultura, Roberto Alvim, que a colocou no cargo no fim do último mês.

Em nota, a Secretaria Especial da Cultura explicou que a decisão tomada hoje (11) veio após Alvim descobrir um parecer do Ministério Público Eleitoral com reprovação de contas de Gouvêa quando ela se candidatou a deputada federal. “Se eu tivesse cometido alguma irregularidade, meu nome não teria passado pelo crivo da Casa Civil, que analisa a vida pregressa dos postulantes ao governo", afirma Katiane em comunicado.

Gouvêa era motivo de queixas que chegavam a Alvim de pessoas próximas e outros funcionários de cultura desde antes de sua nomeação oficial, sendo o episódio mais recente uma suposta discussão com o secretário de Economia Criativa, Reynaldo Campanatti. Katiane concorreu ano passado, em Londrina, mas não conseguiu se eleger. Sua reprovação na prestação de contas veio na terça-feira da semana passada, após pedido da procuradora regional eleitoral Eloisa Helena Machado.

Notícias relacionadas

[Bolsonaro sanciona fundo eleitoral de R$ 2 bilhões ]
Política

Bolsonaro sanciona fundo eleitoral de R$ 2 bilhões

Por Danielle Campos no dia 18 de Janeiro de 2020 ⋅ 09:30 em Política

Mesmo após aprovar a iniciativa, o presidente Jair Bolsonaro diz ser contrário ao fundo eleitoral e pediu aos eleitores para não votarem em 2020 em candidatos que usem o...