Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Associação indígena aciona Bolsonaro na Justiça por racismo

"Bolsonaro mais uma vez rasga a Constituição ao negar nossa existência enquanto seres humanos", disse Sônia Guajajara

[Associação indígena aciona Bolsonaro na Justiça por racismo ]
Foto : Rovena Rosa/Agência Brasil

Por Juliana Almirante no dia 24 de Janeiro de 2020 ⋅ 13:00

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) vai entrar na Justiça contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, por crime de racismo. O anúncio foi feito na noite de ontem (23), em publicação no Twitter, pela líder indígena Sônia Guajajara, que é coordenadora executiva da organização. 

"Nós, povos indígenas originários desta terra, exigimos respeito. Bolsonaro mais uma vez rasga a Constituição ao negar nossa existência enquanto seres humanos. É preciso dar um basta a esse perverso", disse.

Em transmissão ao vivo nas redes sociais, o presidente disse que, cada vez mais, o índio está "evoluindo" e se tornando um "ser humano igual a nós". Bolsonaro afirmou ainda que o Conselho da Amazônia, estrutura criada no início da semana e que será comandada pelo vice-presidente Hamilton Mourão, será responsável pela coordenação das atividades de proteção da floresta e também pela defesa das reservas indígenas. 

Notícias relacionadas