Política

Rui defende reforma da previdência estadual: 'Governador não pode imprimir dinheiro'

Petista negou que haja polêmica envolvendo a reforma da previdência estadual, que tramita na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA)

[Rui defende reforma da previdência estadual: 'Governador não pode imprimir dinheiro']
Foto : Matheus Simoni/Metropress

Por Matheus Simoni e Juliana Almirante no dia 27 de Janeiro de 2020 ⋅ 08:40

O governador da Bahia, Rui Costa (PT-BA), negou que haja polêmica envolvendo a reforma da previdência estadual, que tramita na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Em entrevista à Rádio Metrópole, durante o Jornal da Bahia no Ar, hoje (27), o petista declarou que não pode "imprimir dinheiro" para cobrir o déficit previdenciário do estado. "O que teve nos últimos 15 anos foi o crescimento da previdência pública, tanto federal quanto nos estados. Em 2006, ultimo ano de Paulo Souto, o déficit da Bahia era de R$ 300 milhões. Ano passado, era de R$ 4,3 bilhões. Quem paga esta conta?", disse Rui.

"Governador não pode imprimir dinheiro. Para cobrir esse deficit de R$ 4,3 milhões só tem uma forma: aumentar impostos, o que ia sacrificar mais ainda o povo da Bahia. O povo já tem renda baixa e aumenta o imposto, significa sacrificar 92% da população. Essa opção não está no meu horizonte", acrescentou o governador. 
 

Notícias relacionadas

[Reforma administrativa está pronta, diz Bolsonaro]
Política

Reforma administrativa está pronta, diz Bolsonaro

Por Luciana Freire no dia 22 de Fevereiro de 2020 ⋅ 18:00 em Política

Em entrevista à equipe de televisão, no Guarujá, onde passa o carnaval, Bolsonaro afirmou que o texto será entregue após o carnaval

[Bolsonaro anuncia demissão de toda a diretoria do Inmetro]
Política

Bolsonaro anuncia demissão de toda a diretoria do Inmetro

Por Luciana Freire no dia 22 de Fevereiro de 2020 ⋅ 16:00 em Política

“Implodi o Inmetro. Implodi. Mandei todo mundo embora”, afirmou o presidente na porta de um supermercado no Guarujá, onde passa o feriado de carnaval