Política

Moro afirma que vaga no STF é 'natural' e promete apoiar reeleição de Bolsonaro por 'lealdade'

Ele também garantiu que pretende continuar no governo do presidente

[Moro afirma que vaga no STF é 'natural' e promete apoiar reeleição de Bolsonaro por 'lealdade' ]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Metro1 no dia 28 de Janeiro de 2020 ⋅ 10:34

O ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro disse ontem (27), em entrevista ao programa Pânico, da rádio Jovem Pan, que continuará no governo e ainda prometeu apoiar o presidente Jair Bolsonaro nas próximas eleições presidenciais.

Moro chegou a brincar que "é o segundo Dia do Fico", ao citar o episódio da história do Brasil no qual D. Pedro 1º se recusou a retonar a Portugal, que ficou conhecido como "Dia do Fico".

Ao ser questionado se pretende concorrer à presidência nas próximas eleições, Moro afirmou que irá apoiar a reeleição do atual mandatário por "questão de lealdade".

Moro também foi respondeu sobre a possibilidade de ser indicado por Bolsonaro a uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). Para ele, essa é uma "perspectiva interessante" e natural na sua carreira. 

“É uma perspectiva que pode ser interessante, natural na minha carreira. Venho da magistratura, seria algo interessante. Mas a escolha evidentemente cabe ao presidente da República. Ele tem a possibilidade de me indicar, pode indicar outras pessoas... Se fala no AGU [advogado-geral da União], André Mendonça, pessoa muito qualificada, se fala no Jorge Oliveira, ministro [da Secretaria-Geral da Presidência] muito competente do governo, mas tem outros nomes", declaro o ministro. 

"Acho que o presidente só vai realmente fazer essa escolha no momento apropriado. Agora, dizer assim, que não gostaria, é claro que gostaria”, completou. 

Notícias relacionadas

[Reforma administrativa está pronta, diz Bolsonaro]
Política

Reforma administrativa está pronta, diz Bolsonaro

Por Luciana Freire no dia 22 de Fevereiro de 2020 ⋅ 18:00 em Política

Em entrevista à equipe de televisão, no Guarujá, onde passa o carnaval, Bolsonaro afirmou que o texto será entregue após o carnaval

[Bolsonaro anuncia demissão de toda a diretoria do Inmetro]
Política

Bolsonaro anuncia demissão de toda a diretoria do Inmetro

Por Luciana Freire no dia 22 de Fevereiro de 2020 ⋅ 16:00 em Política

“Implodi o Inmetro. Implodi. Mandei todo mundo embora”, afirmou o presidente na porta de um supermercado no Guarujá, onde passa o feriado de carnaval