Política

Assessor do governo indicou sócio para realizar serviços no valor de R$ 6,4 mi

Pedro Trengrouse recomendou contratação de ‘estudo independente’ para regulamentação de casas de aposta no Brasil 

[Assessor do governo indicou sócio para realizar serviços no valor de R$ 6,4 mi]
Foto : Marcos Oliveira/Agência Senado

Por Lara Curcino no dia 16 de Fevereiro de 2020 ⋅ 10:00

O advogado Pedro Trengrouse ofereceu serviços particulares de seu sócio, economista Edson Américo, no valor de US$ 1,5 milhão (R$ 6,4 mi), enquanto ainda atuava como assessor técnico não remunerado do Ministério da Economia para assuntos relacionados a jogos e apostas.

De acordo com o Estadão, em e-mail encaminhado a Pierre Tournier, diretor de relações institucionais da Remote Gaming Association, entidade que representa as maiores empresas de apostas online da Europa, Trengrouse reforça que propõe a contratação de um “estudo independente sobre regulamentação de jogos do tipo no Brasil. Entre os serviços sugeridos estavam “atividades de relações públicas” para companhias que atuam na área.

“Prevemos que este projeto custará aproximadamente US$ 1,5 milhão, incluindo as atividades de relações públicas associadas no Brasil”, diz mensagem assinada por Américo. Em seguida, o ex-assessor do governo reforça a proposta. “Vamos seguir em frente”, afirma o legista..

Trengrouse e Américo são sócios em um escritório de advocacia no Rio e no Instituto Brasileiro de Jogos (IBJ). De acordo com a pasta da Economia, o advogado “prestou serviço de assessoramento técnico não remunerado” de 11 de março, dia de envio do e-mail, até 30 de novembro de 2019. 

Notícias relacionadas