Política

Após compartilhar vídeo, Bolsonaro diz que há tentativa de 'tumultuar' República

Ele recebeu críticas de diversas entidades e autoridades, como o decano do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello

[Após compartilhar vídeo, Bolsonaro diz que há tentativa de 'tumultuar' República]
Foto : Marcos Corrêa/PR

Por Matheus Simoni no dia 26 de Fevereiro de 2020 ⋅ 10:40

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que há uma tentativa de tumultuar a República diante da repercussão do vídeo compartilhado por ele em prol de manifestações pró-governo e contra o Congresso Nacional no dia 15 de março. Segundo Bolsonaro, o WhatsApp é utilizado por ele para fins pessoais. Ele recebeu críticas de diversas entidades e autoridades, como o decano do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello.

"Tenho 35 milhões de seguidores em minhas mídias sociais, com notícias não divulgadas por parte da imprensa tradicional. No Whatsapp, algumas dezenas de amigos onde trocamos mensagens de cunho pessoal. Qualquer ilação fora desse contexto são tentativas rasteiras de tumultuar a República", tuitou o presidente.

Notícias relacionadas