Política

'Vai quebrar tudo', diz Bolsonaro em nova crítica ao fechamento do comércio

"Esse vírus é igual a uma chuva. Vai molhar 70% de vocês", disse o presidente, em frente ao Palácio da Alvorada

['Vai quebrar tudo', diz Bolsonaro em nova crítica ao fechamento do comércio]
Foto : Isac Nóbrega/PR

Por Juliana Rodrigues no dia 03 de Abril de 2020 ⋅ 11:20

Em mais uma crítica às medidas de isolamento social tomadas por governadores, o presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (3) que a sociedade brasileira "não aguenta ficar dois, três meses parada" e que, caso isso aconteça, "vai quebrar tudo". A declaração foi dada a um grupo de apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília.

"Vocês sabem do meu posicionamento: não pode fechar dessa maneira, e atrás disso vem desemprego em massa, miséria, fome, vem violência", disse Bolsonaro, em resposta a um simpatizante que se queixou de medidas do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), que determinou o fechamento de comércios e a suspensão de aulas.

"Esse vírus é igual a uma chuva. Vai molhar 70% de vocês. Isso ninguém contesta. Toda a nação vai ficar livre da pandemia depois que 70% for infectado e conseguir os anticorpos. Desses 70%, uma pequena parte, os idosos e quem têm problema de saúde, vai ter problema sério e vai passar por isso também", disse. "O que estão fazendo [com o isolamento social] é adiar [a transmissão do Covid-19] para ter espaço nos hospitais. Mas tem um detalhe: a sociedade não aguenta ficar dois, três meses parada. Vai quebrar tudo", completou.

Notícias relacionadas

[Alexandre de Moraes toma posse como ministro do TSE]
Política

Alexandre de Moraes toma posse como ministro do TSE

Por Luciana Freire no dia 02 de Junho de 2020 ⋅ 18:48 em Política

Autoridades participaram da cerimônia de posse por videoconferência, entre elas, o presidente Jair Bolsonaro; mandato no cargo é de dois anos

[Filha de Queiroz se diz 'professora antifascista']
Política

Filha de Queiroz se diz 'professora antifascista'

Por Luciana Freire no dia 02 de Junho de 2020 ⋅ 14:40 em Política

Nathália foi assessora de Flávio Bolsonaro e do então deputado Jair Bolsonaro; ela é investigada por possível participação em esquema de rachadinhas de Flávio