Política

Rui critica falta de convocação de médicos cubanos: ‘Cabeça de quem governa no Brasil é de preconceito’

Governador citou que Espanha e Itália já recebem profissionais de Cuba para ajudar no combate ao coronavírus

[Rui critica falta de convocação de médicos cubanos: ‘Cabeça de quem governa no Brasil é de preconceito’]
Foto : Paula Fróes/GOVBA

Por Juliana Almirante no dia 07 de Abril de 2020 ⋅ 12:46

O governador da Bahia, Rui Costa, afirmou, durante o “Papo Correria, transmitido ao vivo nas redes sociais hoje (7), que considera um absurdo não poder contratar médicos cubanos, durante a pandemia do novo coronavírus.

Sem citar o presidente Jair Bolsonaro, que já se mostrou contrário à convocação dos profissionais cubanos, Rui disse que “a cabeça de quem governo no nosso Brasil é de preconceito”.

“Acho absurdo não permitir. Espanha e Itália já aceitaram. A Europa pede ajuda a Cuba para enviar médicos. Aqui infelizmente a cabeça de quem governa no nosso Brasil é de preconceito. Eles preferem ver as pessoas sem atendimento médico do que cubanos atendendo. É a ideologia política se sobrepondo à saúde e à vida do ser humano. É um absurdo mas é verdade”, 

De acordo com a associação de médicos cubanos que ficaram no Brasil (Aspromed), há cerca de 2 mil profissionais que continuam no país e estão impedidos de exercer a profissão, mesmo durante a pandemia.

“O médico cubano é abraçado e aplaudido pelos espanhóis e pela Europa, mas é rejeitado pelo governo brasileiro. Não dá para entender esse tipo de pensamento das nossas autoridades federais”, completou o governador.

Notícias relacionadas