Política

Em reunião citada por Moro, Weintraub disse que ministros do STF têm que ir para cadeia

Vídeo do encontro citado por Moro também traz falas da ministra da Mulher, da Família, e dos Direitos Humanos, Damares Alves, defendendo a prisão de prefeitos e governadores

[Em reunião citada por Moro, Weintraub disse que ministros do STF têm que ir para cadeia]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Luciana Freire no dia 12 de Maio de 2020 ⋅ 17:56

No vídeo da reunião citada pelo ex-ministro da Justiça, Sergio Moro em que o presidente Jair Bolsonaro teria tentado interferir em causa própria na Polícia Federal, e que exibido hoje (12) aos investigadores, o chefe da pasta da Educação, Abraham Weintraub, defendeu a prisão dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). 

A informação foi divulgada pelo jornal O Globo. Na reportagem, segundo relato de três pessoas que assistiram a gravação da reunião ministerial de 22 de abril, Weintraub afirmou que “tem que mandar todo mundo para a cadeia, começando pelo STF”.

O vídeo do encontro também traz falas da ministra da Mulher, da Família, e dos Direitos Humanos, Damares Alves, defendendo a prisão de prefeitos e governadores.

A gravação, com mais de duas horas de duração, foi assistida nesta terça-feira por Sergio Moro, que estava acompanhado de seus advogados. Também estavam presentes policiais federais, procuradores da equipe da Procuradoria-Geral da República e integrantes da Advocacia-Geral da União (AGU), responsáveis pela defesa de Bolsonaro. Todos tiveram que deixar os telefones celulares do lado de fora da sala.

Notícias relacionadas