Política

Eures Ribeiro fala em 'queimar vivo' contaminado com coronavírus em Bom Jesus da Lapa

Eures, que é presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), disse ainda que viu que a pessoa não estava bem psicologicamente e retirou da cidade

[Eures Ribeiro fala em 'queimar vivo' contaminado com coronavírus em Bom Jesus da Lapa]
Foto : Metropress

Por João Brandão no dia 21 de Maio de 2020 ⋅ 17:19

O prefeito do município de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro Pereira, em entrevista à Rádio Baiana FM, 92.5, da cidade, disse que pensou em "atear fogo" em um contaminado de coronavírus.

"Quero contar com os comerciantes, as famílias de Bom Jesus da Lapa a me ajudarem nesse momento [...]. Não dormir a noite toda, passou tanta coisa na minha cabeça. Até vontade de ir na UPA com tanque de gasolina e atear fogo nesse cidadão vivo, pela raiva e ódio. A pessoa contaminada querendo contaminar as pessoas", relatou.

Eures, que é presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), disse ainda que viu que a pessoa não estava bem psicologicamente e retirou da cidade. "Ponderei minha raiva e agi pela razão, tirando-o do município. Não foi barato, não sabe quanto foi caro para tirar e botar para fora de Bom Jesus da Lapa, e devolver a sua família no Rio Grande do Norte", completou.

Após a repercussão, Eures Ribeiro enviou um comunicado, através de sua assessoria, e afirmou que utilizou de uma "figura de linguagem". 

Confira:

O prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro, esclarece que usou uma figura de linguagem durante a entrevista na Rádio Baiana (FM 92.5), para dividir com a população o seu sentimento de revolta ao presenciar uma pessoa que, de maneira propositada e intencional, estava tentando contaminar os profissionais da saúde e outros presentes na UPA do município de Bom Jesus da Lapa com a Covid-19. Diante de todo o tumulto e agressões feitas, o prefeito viabilizou o retorno do paciente imediatamente para o Rio Grande do Norte, aonde o mesmo reside.

Notícias relacionadas