Política

Procuradoria acusa Wajngarten de aplicar dinheiro de publicidade em sites favoráveis a governo

MPF cobra abertura de investigação contra chefe da Secom e Presidência

[Procuradoria acusa Wajngarten de aplicar dinheiro de publicidade em sites favoráveis a governo]
Foto : Anderson Riedel/PR

Por Lara Curcino no dia 22 de Maio de 2020 ⋅ 08:51

O Ministério Público Federal, por meio da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, solicitou ontem (21) investigação para assegurar a transparência dos gastos com publicidade feitos pelo governo federal em campanhas publicitárias. 

De acordo com o Estadão, o documento também pede investigação sobre possível improbidade administrativa por parte do secretário de Comunicação do governo, Fabio Wajngarten. 

O MPF acusa o chefe da pasta, junto à Presidência, de direcionarem dinheiro para sites ideológicos e censurar peças em veículos críticos ao governo de Jair Bolsonaro. A procuradoria cobra que a Secom não selecione anunciantes para veicular a publicidade por motivos de “afinidades ideológicas”.  

Notícias relacionadas