Quarta-feira, 01 de dezembro de 2021

Política

Bolsonaro ordenou atrasos de boletins de coronavírus para não passar na televisão

Decisão é permanente e divulgação passará a ser feita às 22h todos os dias

Bolsonaro ordenou atrasos de boletins de coronavírus para não passar na televisão

Foto: Isac Nóbrega/PR

Por: Metro1 no dia 05 de junho de 2020 às 10:59

A ordem para atrasar a divulgação de boletins epidemiológicos sobre a disseminação do novo coronavirus no país partiu direto do presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem partido). A decisão é permanente, com divulgação diária apenas às 22h. A informação foi publicada no jornal Correio Braziliense, com base em uma fonte no alto escalão do governo.
 
A determinação de Bolsonaro evita que os boletins sejam divulgados nos telejornais noturnos, período de maior audiência televisiva das emissoras. A intenção de atrasar a divulgação dos dados existe desde a gestão do ex-ministro Luís Henrique Mandetta. Na época, o então chefe da pasta se recusou a acatar a ordem de Bolsonaro após alegar forte impacto na resposta a epidemia. 

Mesmo sem anúncio oficial, a ordem foi dada para que os dados sejam enviados à imprensa apenas no final da noite, mesmo que estejam prontos às 19 horas. Com isso, as ordens passaram a ser acatadas pelo ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, que não tem formação na área, nem mesmo experiência no setor. 

Bolsonaro ordenou atrasos de boletins de coronavírus para não passar na televisão - Metro 1