Política

Empresa envolvida em esquema de laranjas de Álvaro Antônio recebeu R$ 267 mil do PSL em 2020

I9 Minas e Assessoria foi contratada sete vezes para realizar pesquisas de teste de opinião pública

[Empresa envolvida em esquema de laranjas de Álvaro Antônio recebeu R$ 267 mil do PSL em 2020]
Foto : Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Por Lara Curcino no dia 15 de Junho de 2020 ⋅ 09:00

Uma empresa ligada a um ex-assessor do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, envolvida no escândalo das candidaturas laranjas em Minas Gerais, está entre as companhias que mais receberam dinheiro público do PSL neste ano. 

No período de janeiro a abril, a I9 Minas e Assessoria foi contratada sete vezes para realizar pesquisas e testes de opinião pública por um valor de R$ 267,2 mil. A companhia é de Reginaldo Donizete Soares, irmão de Robertinho Soares, que foi auxiliar parlamentar de Álvaro Antônio durante três anos e seu coordenador de campanha no Vale do Aço, em MG. 

A empresa foi alvo de busca e apreensão no passado por ter sido apontada pela Polícia Federal e pelo Ministério Público como parte do esquema de desvio de verba de candidatas de fachada durante a eleição de 2018. Robertinho chegou a ser preso nesta investigação.

Notícias relacionadas