Política

Bolsonaro avalia tirar Weintraub do MEC e enviar para banco no exterior

Outra possibilidade é ele ir para uma representação diplomática ou até mesmo voltar a São Paulo e se candidatar a prefeito ou a vereador

[Bolsonaro avalia tirar Weintraub do MEC e enviar para banco no exterior]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 17 de Junho de 2020 ⋅ 09:28

O presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) avalia a indicação de um ministro interino para o Ministério da Educação e acelerar a demissão de Abraham Weintraub da pasta. De acordo com a colunista Monica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, o ministério seria ocupado de forma interina como é o Ministério da Saúde, atualmente chefiado pelo general Eduardo Pazuello.

Criticado por recentes posicionamentos e por declarações contra o Supremo Tribunal Federal (STF), Weintraub pode ser deslocado para uma representação do país no exterior. Entre as hipóteses, Bolsonaro cogita enviá-lo para uma instituição financeira na qual o Brasil tem representantes.

De acordo com a colunista, pessoas próximas do presidente comentam que o ministro pode ir para um cargo no Banco Mundial, já que ele possui formação de economista. Uma outra possibilidade é ele ir para uma representação diplomática ou até mesmo voltar a São Paulo e se candidatar a prefeito ou a vereador. O Aliança, partido do presidente, no entanto, não conseguiu assinaturas para participar do pleito. 

Notícias relacionadas