Política

Empresa da ex-mulher de Wassef recebeu R$ 41 milhões no governo Bolsonaro

Questionado, Wassef disse que os negócios da empresa não têm relação alguma com ele

[Empresa da ex-mulher de Wassef recebeu R$ 41 milhões no governo Bolsonaro]
Foto : Reprodução

Por Luciana Freire no dia 21 de Junho de 2020 ⋅ 12:00

 

Uma empresa ligada à ex-mulher e sócia do advogado Frederick Wassef, que defende o senador Flávio Bolsonaro, a Globalweb Outsourcing recebeu R$ 41,6 milhões durante a gestão de Jair Bolsonaro. A informação foi divulgada pelo portal Uol.

Os valores pagos à empresa de Cristina Boner Leo em menos de um ano e meio da gestão Bolsonaro entre janeiro de 2019 e junho deste ano, R$ 41 milhões, já chegam aos pagos à empresa nos quatro anos de gestão compartilhada por Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB), R$ 42 milhões. 

Segundo levantamento da reportagem através do portal da Transparência e Diário Oficial, os contratos que a empresa tinha negociado com governos anteriores foram prorrogados e receberam aditivos de R$ 165 milhões pela gestão de Bolsonaro.

Questionado, Wassef disse que os negócios da empresa não têm relação alguma com ele. A Globalweb e Cristina negaram "qualquer tentativa de vinculação de seus resultados ou das contratações como fruto de influência política". 

Notícias relacionadas