Política

Damares demitirá secretária que é mulher de blogueiro investigado

PF também investiga "vínculos" entre o ministério de Damares, Sara Giromini e Oswaldo Eustáquio

[Damares demitirá secretária que é mulher de blogueiro investigado]
Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

Por Geovana Oliveira no dia 21 de Setembro de 2020 ⋅ 20:00

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, vai demitir Sandra Mara Volf Pedro Eustáquio, secretária nacional de Políticas de Promoção de Igualdade Racial da pasta. Segundo integrantes da pasta, a demissão deve ser publicada nos próximos dias no Diário Oficial.

A secretária é casada com Oswaldo Eustáquio, blogueiro bolsonarista investigado no inquérito que apura o financiamento de atos que defendiam o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF). O blogueiro chegou a ser preso pela Polícia Federal em junho.

Relatório parcial obtido pelo Estadão mostra que a Polícia Federal quer apurar se a contratação de Sandra e da extremista Sara Giromini seria uma forma de "distribuir fundos" à suposta organização que promove atos antidemocráticos. Até outubro do ano passado, Sara ocupou cargo na Coordenação-Geral da Atenção Integral à Gestante no Departamento de Promoção da Dignidade da Mulher.

“A natureza e a origem desses vínculos e as relações entre essas pessoas e agentes públicos com atuação nessa pasta merece aprofundamento, para corroborar ou eliminar a asserção feita no corpo da hipótese criminal de que tais contratações seriam também uma forma de distribuir fundos aos propagadores/operadores”, apontou a Polícia Federal.

Notícias relacionadas