Política

STF autoriza acesso de Eduardo Paes à delação premiada da OAS

Determinação atende pedido da defesa, que recorreu contra decisão individual do ministro Edson Fachin, relator do caso

[STF autoriza acesso de Eduardo Paes à delação premiada da OAS]
Foto : Tomaz Silva/Agência Brasil

Por Luciana Freire no dia 22 de Setembro de 2020 ⋅ 17:30

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou hoje (22), por 2 votos a 1, o acesso da defesa do ex-prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, ao conteúdo de delações premiadas de executivos da construtora OAS. Entre elas, a delação do executivo Léo Pinheiro, que alegou que repassou R$ 25 milhões em recursos de caixa dois à campanha de Paes à prefeitura em 2012.

A determinação atende a um pedido da defesa de Paes, que recorreu contra uma decisão individual do ministro Edson Fachin, relator do caso, que havia negado o acesso ao material em agosto do ano passado.

As delações de executivos da OAS foram homologadas em julho de 2018. Eles relataram que pagaram R$ 125 milhões em propina e caixa dois para 21 políticos de 8 partidos, entre eles Eduardo Paes.

Notícias relacionadas