Política

Secretário Maurício Barbosa critica modelo prisional: ‘Universidades do crime’

Ainda de acordo com Barbosa, a pandemia causada pelo coronavírus fez diminuir uma série de crimes, como assaltos, furtos de veículos e de residências. Por outro lado, a SSP identificou recorde na apreensão de drogas e no número de homicídios.

[Secretário Maurício Barbosa critica modelo prisional: ‘Universidades do crime’]
Foto : Metropress

Por Alexandre Galvão no dia 23 de Setembro de 2020 ⋅ 09:04

Secretário de Segurança Pública da Bahia (SSP), Maurício Barbosa criticou a junção de presos que cometeram crimes de menor potencial ofensivo com outros detentos envolvidos no crime organizado. De acordo com ele, a organização prisional acaba criando uma “universidade do crime”. 

“Tenho batido que a adoção das unidades de segurança máxima, a exemplo de Catanduvas, serviram como grande universidade do crime. Temos traficantes que saíram da Bahia e foram para presídios em outros estados e ganharam outra perspectiva. […] com certeza isso tem contribuição elevado no panorama criminal do país hoje. O estado é reflexo do Brasil todo. Isso vai muito da necessidade de investimento, vai da modificação do nosso sistema prisional. O pior crime é o de homicídio, a média nacional de julgamento é de 8 anos. Muitos presos provisórios fazem coro com grandes traficantes dentro dessas unidades, quando não comentem crime em menor potencial e se envolvem na criminalidade organizada”, apontou, em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole

Ainda de acordo com Barbosa, a pandemia causada pelo coronavírus fez diminuir uma série de crimes, como assaltos, furtos de veículos e de residências. Por outro lado, a SSP identificou recorde na apreensão de drogas e no número de homicídios. “O fator que nos deixou impressionados foi o aumento de homicídios, as facções estavam em pleno movimento de acomodação interna, de troca de liderança”, narrou. 

De acordo com Maurício Barbosa, a polícia perdeu 14 agentes em decorrência de falecimento causado pela Covid-19.

Notícias relacionadas