Política

Contratos assinados por Tarcísio no Dnit durante gestão Dilma entram na mira da PF

Segundo o blog de Fausto Macêdo, no Estadão, nome do ministro é citado 17 vezes ao longo das 59 páginas do inquérito

[Contratos assinados por Tarcísio no Dnit durante gestão Dilma entram na mira da PF]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Por Metro1 no dia 23 de Setembro de 2020 ⋅ 13:40

A Polícia Federal investiga, por suspeita de corrupção, contratos assinados pelo atual ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, quando era diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). O ministro não é formalmente investigado, mas o nome dele é citado 17 vezes ao longo das 59 páginas do inquérito. A informação é do blog de Fausto Macedo, no Estadão.

Elogiado com frequência pelo presidente Jair Bolsonaro como “entregador de obras”, Tarcísio foi diretor do Dnit entre 2012 a 2014, durante o governo de Dilma Rousseff. É ele quem assina parte dos contratos investigados na Operação Circuito Fechado, que no início do mês apontou desvios de R$ 40 milhões dos cofres públicos por meio de uma empresa de tecnologia. Ao todo, foram anexados pela PF nove documentos assinados pelo então diretor do Dnit. Em sete deles, consta apenas o nome de Tarcísio como representante do órgão.

Notícias relacionadas