Política

Brasil se une a países conservadores e assina declaração internacional contra o aborto

Documento de Genebra foi assinado também por Estados Unidos, Egito, Hungria, Uganda e Indonésia

[Brasil se une a países conservadores e assina declaração internacional contra o aborto ]
Foto : Reprodução

Por Geovana Oliveira no dia 23 de Outubro de 2020 ⋅ 19:30

O Brasil, os Estados Unidos e outros quatro países conservadores idealizaram e assinaram uma declaração contra políticas que preveem o acesso ao aborto. Documento foi assinado ontem (22) em Washington, nos EUA. 

Segundo informações do G1, a nomeada Declaração de Genebra, assinada por Brasil, EUA, Egito, Hungria, Uganda e Indonésia, não obriga nenhum país a adotar qualquer lei, só deixa claro seus posicionamentos.

Entre os países que participaram da formulação do texto, alguns se destacam por leis extremamente conservadoras. Em Uganda, por exemplo, relações entre pessoas do mesmo sexo é crime que pode ser punido com a pena de morte.

Em 2018, a Comissão de Direito Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas) publicou um documento em que diz ser um direito fundamental da mulher tomar suas próprias decisões sobre a gravidez.
 

Notícias relacionadas