Política

Elmar desconversa sobre presidência da Câmara e fala em aguardar decisão de Maia

Questionado, parlamentar critica governo e diz que ministros estão 'batendo cabeça'

[Elmar desconversa sobre presidência da Câmara e fala em aguardar decisão de Maia]
Foto : Metropress

Por Matheus Simoni no dia 28 de Outubro de 2020 ⋅ 09:50

O deputado federal Elmar Nascimento (DEM-BA) comentou a possibilidade de disputar as eleições para a presidência da Câmara dos Deputados. A corrida eleitoral para o pleito, previsto para fevereiro de 2021, pode contar com ausência de Rodrigo Maia (DEM-RJ), atual presidente da Casa, que aguarda uma posição do Supremo Tribunal Federal (STF) para saber se pode ou não disputar a reeleição. Enquanto isso, Elmar segue como um dos mais cotados para o cargo, inclusive sendo lembrado pelo correligionário.

"Essa questão de sucessão nos deixa muito contente porque é muito mais fruto de especulação da imprensa por conta do trabalho que a gente tem desenvolvido nos últimos anos, das relações que temos construído na Câmara, do que uma coisa completamente concreta. Essa coisa só vai 'startar' a partir do momento que o STF decidir que os atuais presidentes do Congresso, Senado e Câmara, podem ou não serem candidatos. Rodrigo está dizendo que não é candidato de jeito nenhum, mas eu só vou acreditar de verdade no momento que ele não puder ou, podendo ser, disser que aí sim, não vai ser e chamar os principais aliados", disse Elmar, em entrevista a José Eduardo na Rádio Metrópole hoje (28), durante o Jornal da Bahia no Ar.

Para o parlamentar, ainda é cedo de descartar a presença de Maia na eleição. "Aprendi uma coisa desde cedo em minha vida na política. Uma pessoa me disse isso e eu gravei em meu coração, que foi Marcelo Nilo, quando era presidente da Assembleia. Procure ser sempre o Plano B de outra pessoa. Porque o Plano A dele é ele mesmo. Só vou acreditar de verdade nessa história no momento que o Supremo disser que ele pode e ele disser que não quer. Mas vamos aguardar no momento certo, tem muita coisa que a gente precisa tratar antes dessa sucessão", afirmou.

Questionado, Elmar Nascimento fez questão de endurecer as críticas ao governo de Jair Bolsonaro (Sem partido) e aos integrantes do governo. "De vez em quando a gente vê os ministros batendo cabeça. A gente viu agora o ministro Eduardo Ramos, que trata da política, e Ricardo Salles, que cuida do Meio Ambiente", declarou o deputado. 

"Do ponto de vista do que o presidente tem feito, a gente tem que ser correto e dizer que ele não se afastou das pautas que ele defendia. Pautas conservadoras, fala com determinados nichos da sociedade, a exemplo de, para ele ser caro e importante aprovar no Congresso a questão da prorrogação da validade da CNH e do exame toxicológico. Para ele, é importante determinadas pautas ligadas aos evangélicos. Ele tem mantido coerência com o discurso que ele teve ao longo da campanha. Uma coisa é a postura de quem é candidato e depois que você é eleito. Tem que governar para todos. Faltou um absoluto comando nessa questão da pandemia, do ponto de vista da coordenação", finaliz

Notícias relacionadas