Política

Ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub é reeleito como diretor-executivo do Banco Mundial

Alvo de inquéritos, Weintraub deixou o MEC em junho e foi indicado pelo governo Bolsonaro para uma vaga fora do país

[Ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub é reeleito como diretor-executivo do Banco Mundial ]
Foto : Divulgação/MEC

Por Geovana Oliveira no dia 31 de Outubro de 2020 ⋅ 08:30

O Banco Mundial anunciou que o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi reeleito diretor-executivo da instituição. O mandato de dois anos começa no domingo (1º). 

O ex-ministro ocupava a diretoria-executiva do banco como substituto, em uma espécie de "mandato-tampão" que termina hoje (31).

Em comunicado, a instituição ressaltou que diretores Executivos não são funcionários do Banco Mundial. Eles são nomeados ou eleitos pelos representantes dos acionistas.

Weintraub é alvo de dois inquéritos no Brasil – um que apura declarações racistas contra chineses e outro sobre ameaças a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele deixou o MEC em junho e foi indicado pelo governo Bolsonaro para uma vaga fora do país.

Notícias relacionadas