Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Saúde

SP pede autorização ao governo para aplicar todas as primeiras doses da vacina contra Covid-19

Orientação atual é que os estados utilizem apenas a metade do lote dos imunizantes para garantir a segunda dose

[SP pede autorização ao governo para aplicar todas as primeiras doses da vacina contra Covid-19]
Foto : Governo do Estado de São Paulo

Por Adele Robichez no dia 28 de Janeiro de 2021 ⋅ 08:40

O governo de São Paulo solicitou ontem (27) ao Ministério da Saúde a autorização para o uso de todas as vacinas disponíveis no estado para a aplicação das primeiras doses, sem reservar a segunda. O objetivo do pedido seria a vacinação inicial de todos os profissionais de saúde do estado.

A orientação do governo federal é que os estados utilizem apenas a metade do lote dos imunizantes para garantir a segunda aplicação.

O documento enviado à pasta foi assinado pelo diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, e pelo secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn. "Considerando a necessidade de imediata ampliação do processo de vacinação e considerando a escassez ou insuficiência de imunizantes enviados pelo Ministério da Saúde, [o governo de SP] solicita a utilização de todo o quantitativo da CoronaVac sem reservar metade para a segunda dose", diz o texto.

O Centro de Contingência do Coronavírus da administração de SP orientou que o intervalo entre a aplicação das doses da Coronavac seja prolongado para mais de 28 dias. A decisão de tornar essa recomendação válida é do governo federal, seguindo as regras do Programa Nacional de Imunização (PNI).

Notícias relacionadas