Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Saúde

Vacina da Johnson registra 66% de eficácia contra casos moderados a graves da Covid-19

Ela foi testada no Brasil, então já pode pedir autorização para uso emergencial à Anvisa

[Vacina da Johnson registra 66% de eficácia contra casos moderados a graves da Covid-19]
Foto : Freepik

Por Adele Robichez no dia 29 de Janeiro de 2021 ⋅ 11:16

A empresa farmacêutica americana Johnson anunciou hoje (29), que a vacina elaborada por ela contra o coronavírus obteve 66% de eficácia para a proteção de casos moderados e graves da doença. A imunidade começa 14 dias após a vacinação.

Em relação aos casos graves, apenas, a taxa ficou em 85%. Nenhuma das pessoas que receberam o imunizante ficou hospitalizada ou morreu pela doença.

A vacina, realizada com a aplicação de somente uma dose, foi testada no Brasil, com 7.560 pessoas. Então, a Johnson pode solicitar o uso emergencial à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O pedido, porém, ainda não foi feito. O país tem uma rede de freezers compatível com a necessidade de armazenamento das doses em temperaturas de 2ºC a 8ºC.

A imunização foi eficaz também contra a variante da África do Sul, considerada mais contagiosa, com 57% de eficácia.

Notícias relacionadas