METROPOLE

Domingo, 09 de maio de 2021

Saúde

Butantan divulga estudo que indica 62,3% de eficácia da Coronavac com intervalo maior entre doses

Resultado inicial da eficácia do imunizante divulgado em janeiro deste ano era de 50,38% e passou para 50,7% com outra análise publicada na revista científica Lancet

Butantan divulga estudo que indica 62,3% de eficácia da Coronavac com intervalo maior entre doses

Foto: Jefferson Peixoto / Secom

Por: Adele Robichez no dia 12 de abril de 2021 às 08:20

Um estudo realizado pelo Instituto Butantan divulgado ontem (11) mostrou que a eficácia da Coronavac, vacina desenvolvida em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, pode ser ampliada com um intervalo maior entre as doses.
 
De acordo com a nova pesquisa, caso o período de espera entre as duas injeções seja estendido, a eficácia da Coronavac pode chegar a 62,3%. Apesar disso, a eficácia mínima da vacina já aparece na segunda semana após a primeira dose. O resultado inicial da eficácia do imunizante divulgado em janeiro deste ano era de 50,38% e passou para 50,7% com outra análise publicada na revista científica Lancet. Ou seja, a vacina reduz pela metade os novos registros de casos, considerando o intervalo de 21 dias entre as aplicações.
 
O índice de eficácia considera todos os casos, de leves a moderados. Em relação aos casos que necessitam de assistência médica, a eficácia também aumentou: foi de 78% a 100% para 83,7% a 100% com o novo intervalo avaliado.

A taxa mínima de eficácia recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é de 50%.

TV METRO

Entrevistas

Roberto Coelho

Em 07 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Butantan divulga estudo que indica 62,3% de eficácia da Coronavac com intervalo maior entre doses - Metro 1