Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Saúde

Pessoas que dormem tarde têm mais chance de desenvolver doenças, diz estudo

O estudo descobriu que a taxa de mortalidade das pessoas que declararam ser mais ativas no período noturno foi 10% maior. [Leia mais...]

[Pessoas que dormem tarde têm mais chance de desenvolver doenças, diz estudo]
Foto : Pixabay/FreePhotos

Por Marina Hortélio no dia 19 de Abril de 2018 ⋅ 20:31

Pesquisadores das universidades Northwestern, nos Estados Unidos, e Surrey, na Inglaterra, concluíram, após analisarem a relação entre mortalidade e hábitos de sono, que as pessoas que têm o costume de se deitar tarde possuem mais mais chances de desenvolver problemas de saúde.

Para chegar ao resultado, o levantamento comparou, por seis anos e meio os dados de 433.268 adultos britânicos com idades entre 38 e 73 anos, captados da base de dados do sistema de saúde britânico, o UK Biobank. O estudo descobriu que a taxa de mortalidade das pessoas que declararam ser mais ativas no período noturno foi 10% maior.

Os dados ainda apontaram que as pessoas com relógio biológico noturno apresentaram mais chance de desenvolver diabetes, problemas gastrointestinais e respiratórios, além de distúrbios psicológicos. Uma dos autores do estudo, Kristen Knutson, professor de neurologia da universidade Northwestern, explicou à rede CNN que a causa estaria no descompasso entre o relógio biológico e a vida cotidiana.

Notícias relacionadas