Saúde

Datafolha: 49% dos brasileiros acham que saúde deve piorar sem cubanos no Mais Médicos

Já 38% acham que o atendimento em saúde pode melhorar com a saída dos profissionais de Cuba do programa

[Datafolha: 49% dos brasileiros acham que saúde deve piorar sem cubanos no Mais Médicos]
Foto : José Cruz/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 03 de Janeiro de 2019 ⋅ 18:00

Para 49% dos brasileiros, o atendimento em saúde pública no país pode piorar após a saída de médicos cubanos do programa Mais Médicos. O índice foi medido por uma pesquisa feita pelo Datafolha para medir o impacto da saída dos médicos estrangeiros.

Dentre os entrevistados, 38% acham que a saúde pode melhorar com a saída dos cubanos do programa, enquanto 8% afirmaram que a a situação vai ficar igual. Outros 5% não opinaram.

Foram ouvidas 2.077 pessoas em 130 municípios do país entre os dias 18 e 19 de dezembro. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Cuba deixou o programa após críticas feitas pelo então presidente eleito, Jair Bolsonaro, sobre a qualidade da formação do médicos do país e a ausência da exigência de revalidação do diploma para atuarem no Brasil.

Notícias relacionadas