Saúde

Anvisa interdita parte de produção da Bahiafarma

Medida vem após o INCQS reprovar testes da empresa laboratorial

[Anvisa interdita parte de produção da Bahiafarma]
Foto : Mateus Pereira/GOVBA

Por Lara Curcino no dia 08 de Fevereiro de 2019 ⋅ 18:00

Após o Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) reprovar ontem (7) testes rápidos para diagnóstico de dengue, zika e chikungunya pela Bahiafarma, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) interditou, na noite do mesmo dia, parte da produção do laboratório baiano. 

Os testes haviam sido encomendados pelo Ministério da Saúde e estavam sendo utilizados no Sistema Único de Saúde (SUS). No entanto, alguns estados, como Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás, Minas Gerais e Acre, apontaram falhas. Lotes foram enviados para análise e confirmaram baixa sensibilidade, o que indica risco de o paciente com a doença ser diagnosticado como saudável. 

Já a interdição feita pela Anvisa veio após uma inspeção realizada pela agência em produtos para saúde da empresa. A medida tem caráter preventivo, será publicada nos próximos dias no Diário Oficial da União e pode durar até 90 dias. 

Notícias relacionadas

[Gripe mata mais uma pessoa e mortes chegam a 6 em Salvador ]
Saúde

Gripe mata mais uma pessoa e mortes chegam a 6 em Salvador 

Por Alexandre Galvão no dia 17 de Maio de 2019 ⋅ 15:40 em Saúde

Neste sábado (4), das 8h às 17 horas, a Secretaria Municipal da Saúde promove um novo Dia D de vacinação contra gripe quando 189 pontos de imunização entre postos de saúd...