Saúde

Ministro da Saúde diz que aval para eletrochoque será revisto

Luiz Henrique Mandetta afirmou que o texto preparado pela equipe ainda é discutido e pode sofrer alterações

[Ministro da Saúde diz que aval para eletrochoque será revisto]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 11 de Fevereiro de 2019 ⋅ 20:30

O governo vai rever o documento que permite que o SUS adquira aparelhos de eletroconvulsoterapia, conhecido como eletrochoque. Após críticas, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que o texto preparado pela equipe ainda é discutido e pode sofrer alterações.

Além do tópico sobre a compra dos aparelhos de eletrochoque, a nota ressalta o papel das comunidades terapêuticas e prega a abstinência para dependentes de drogas. O texto também reforça a possibilidade da internação de crianças em hospitais psiquiátricos.

A Associação Brasileira de Saúde Mental e a Associação Brasileira de Saúde Coletiva afirmaram que preparariam manifestos contra o documento do governo, considerado pelas entidades como um retrocesso sem precedentes na política de saúde mental do País.

Notícias relacionadas

[No verão, Otite atinge mais crianças ]
Saúde

No verão, Otite atinge mais crianças 

Por Metro1 no dia 30 de Janeiro de 2019 ⋅ 10:15 em Saúde

O médico afirma ainda que é importante ficar atento para complicações relacionadas à otite