Saúde

Medicação de alto custo para esclerose múltipla é distribuída pelo SUS

Remédio vem de parceria entre Bio-Manguinhos/Fiocruz e Merck

[Medicação de alto custo para esclerose múltipla é distribuída pelo SUS]
Foto : Pixabay

Por Catarina Lopes no dia 22 de Maio de 2019 ⋅ 18:00

O Sistema Único de Saúde (SUS) entregou este ano mais de 476 mil seringas da substância betainterferona-1A subcutânea, medicamento de esclerose múltipla. O custo da embalagem com 12 seringas no mercado é de até R$ 13.418.

A distribuição gratuita vem da Parceria para o Desenvolvimento Produtivo (PDP), estabelecida entre a empresa Merck, Bionovis e o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fundação Instituto Oswaldo Cruz (Bio-Manguinhos/Fiocruz).

A substância é hoje produzida pela Merck, mas entregue em embalagem da Bio-Manguinhos/Fiocruz. A parceria prevê que o remédio seja completamente produzido no Brasil até 2025.

Notícias relacionadas