Saúde

População deve procurar HGE para traumas, diz diretor-geral

Em entrevista à Rádio Metrópole, André Luciano Andrade lembrou que condições de saúde mais simples podem ser tratadas em UPAs e postos de saúde

[População deve procurar HGE para traumas, diz diretor-geral]
Foto : Daniele Rodrigues/GOVBA

Por Juliana Rodrigues no dia 26 de Março de 2020 ⋅ 09:09

O diretor-geral do Hospital Geral do Estado (HGE), André Luciano Andrade, afirmou, hoje (26), em entrevista à Rádio Metrópole, que a unidade de saúde se manterá especializada em traumas e politraumas durante a pandemia de coronavírus. Ele fez um alerta para que a população evite procurar o hospital por condições que podem ser tratadas em Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e postos de saúde.

"Os acidentes aumentam, os traumas têm aumentado consideravelmente, e o HGE é um hospital especializado pra trauma. Temos todas as equipes de plantão 24 horas e ele deve ser direcionado para atender unica e exclusivamente ao trauma. Em 2019, atendemos 65 mil pacientes, dos quais mais de 36 mil eram de clínica médica, que poderiam ser atendidos em UPAs, clínicas, postos de saúde. (...) A população está acostumada a recorrer ao HGE para tudo, inclusive patologias que não são traumáticas. Não param de chegar acidentes, agressões por armas de fogo e armas brancas. No sábado tivemos nove pacientes vítimas de arma de fogo", relatou.

Notícias relacionadas