Saúde

Transmissão por pacientes assintomáticos de coronavírus é ‘muito rara’, diz OMS

Pessoas, no entanto, podem estar em estágio pré-sintomático e serem potenciais transmissoras

[Transmissão por pacientes assintomáticos de coronavírus é ‘muito rara’, diz OMS]
Foto : Christopher Black/OMS

Por Lara Curcino no dia 09 de Junho de 2020 ⋅ 10:02

A infectologista e chefe do departamento de doenças emergentes da Organização Mundial da Saúde (OMS), Maria Van Kerkhove, afirmou ontem (8), durante a conferência de imprensa sobre o coronavírus realizada diariamente, que a chance de transmissão por parte de pacientes assintomáticos parece ser “muito rara”.

De acordo com Kerkhove, os dados levantados até o momento mostram que pessoas que não apresentam sintomas dificilmente contaminariam indivíduos saudáveis. “Nós sabemos que existem pessoas que podem ser genuinamente assintomáticas e ter o PCR (teste realizado para detectar a presença do vírus no organismo) positivo. Esses indivíduos precisam ser analisados cuidadosamente para entender a transmissão. Há países que estão fazendo uma análise detalhada desses indivíduos, e eles não estão achando transmissão secundária. É muito rara”, respondeu a médica a uma pergunta de jornalistas. 

A infectologista afirmou, no entanto, que a maioria das vítimas apresenta sintomas, mesmo que brandos. Além disso, é importante alertar que muitas pessoas podem possuir o vírus, mas estar em estágio pré-sintomático, ou seja, ainda passarão pelos efeitos e podem ser potenciais transmissores. 

Notícias relacionadas