METROPOLE

Sexta-feira, 07 de maio de 2021

Bahia

Até agricultura familiar é afetada sem São João, diz economista

"Impacta da agricultura familiar até a indústria do entretenimento, que será a última a voltar", afirmou Antônio Carvalho

Até agricultura familiar é afetada sem São João, diz economista

Foto: Tácio Moreira / Metropress

Por: Adele Robichez no dia 14 de abril de 2021 às 08:53

Em meio a anúncios de cancelamentos de festas do São João em ao menos dez cidades da Bahia, o economista Antônio Carvalho explicou, hoje (14), ao Metro1, que as decisões impactam em "perdas inimagináveis" na economia, principalmente, local. Ainda de acordo com ele, a repercussão econômica no estado durante o feriado junino chega a ser semelhante ao Carnaval.

"O São João é uma festa de serviço. Ela tem uma característica especial: o produto majoritariamente consumido é de agricultura familiar, então acaba movimentando muito fortemente a economia local", afirmou o consultor. "Cidades como Senhor do Bonfim, Amargosa, Cruz das Almas, entre outras, sofrerão perdas inimagináveis, e isso não se resume apenas à arrecadação do município: impacta da agricultura familiar até a indústria do entretenimento, que será a última a voltar", disse.

O economista comparou a dimensão do feriado na Bahia com o Carnaval de Salvador. "Só com as festas que tem, é praticamente equivalente ao Carnaval de Salvador pela sua duração: são oficialmente três, quatro dias, mas sabemos que durante todo o mês de junho essas festividades se alongam", informou Carvalho. "Isso traz uma grande movimentação para a cidade. Tem cidade que triplica a movimentação. Tem hospedagem e todas as movimentações turísticas, de consumo. Isso gera arrecadação principalmente para o ISS [Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza], imposto municipal", explicou.

TV METRO

Comentários

Camila Vasconcelos

Em 06 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Até agricultura familiar é afetada sem São João, diz economista - Metro 1