Sexta-feira, 20 de maio de 2022

Bahia

Operação da PF investiga suspeito de fraudar auxílio emergencial com contas fantasmas

O suspeito teria cadastrado no aplicativo Caixa Tem (da Caixa Econômica Federal) ao menos sete contas, em nomes de terceiros, para receber o auxílio

Operação da PF investiga suspeito de fraudar auxílio emergencial com contas fantasmas

Foto: Divulgação - Polícia Federal

Por: Metro1 no dia 28 de janeiro de 2022 às 09:15

A Polícia Federal deflarou nesta sexta-feira (28) uma operação para reprimir fraudes no Auxílio Emergencial pago durante a pandemia da Covid-19. A Operação Sly cumpriu um mandado de busca e apreensão na cidade de Santa Maria da Vitória, no oeste da Bahia.

A Justiça Federal também determinou a quebra de sigilo bancário do investigado pela operação. A investigação começou ano passado e envolveu a Polícia Federal, o Ministério Público Federal (MPF), o Ministério da Cidadania (MCid), a CAIXA, a Receita Federal (RF), a Controladoria Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU). 

O suspeito teria cadastrado no aplicativo Caixa Tem (da Caixa Econômica Federal) ao menos sete contas, em nomes de terceiros, para receber o auxílio. O prejuízo estimado é de R$ 80 mil. 

O nome Sly, que batiza a operação, vem do inglês e se refere a fraudadores e golpistas.
 

Operação da PF investiga suspeito de fraudar auxílio emergencial com contas fantasmas - Metro 1